Browse Category

Feminismo

Vídeo: Será mesmo que não precisamos do Feminismo?



06.08.2016


Oii pessoal, tudo bem com vocês? Nessa semana andei bem sumida por motivos de ~rematrícula. Porém, ontem estava eu navegando pelo Youtube e me deparo com um vídeo muito doido da Giovanna Ferrarezi explicando o motivo dela não acreditar que o Movimento Feminista seja algo válido. Até então eu pensei: “Ah, opinião dela, talvez tenha uma base” porém não.

O vídeo da Youtuber e Blogueira que eu tanto admirava simplesmente generalizou o movimento como algo esquerdista e politicamente incorreto. Minha opinião é bem clara sobre: não oprima a luta alheia! (ainda mais quando você não é atingida :) 

Nesse clima pesadissimo de ver um vídeo desses de alguém tão influente, fica minha explicação sobre o movimento e minha opinião sobre tudo isso que esta rolando nas internetes.

Júlia Escrito por:
Júlia

Feminismo x Femismo x Machismo



03.06.2016


Captura-de-Tela-2015-03-19-às-18.48.09
Imagem retirada da Internet

Como a internet é terra de ninguém e a gente vê muita coisa que a gente ~supostamente~ não quer ver, eu resolvi esclarecer alguns pontos para vocês, minhas caras leitoras e meus caros leitores. Não pensem que estou fazendo este post para chamar atenção de ninguém; estou fazendo este post para resolver alguns dilemas que estão sendo compartilhados sem ter nexo algum.

Vamos lá para as definições:

  • Feminismo é um movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de direitos entre mulheres e homens. 
  • Femismo é uma expressão que hipoteticamente significaria um conjunto de idéias que considera a mulher superior ao homem, e que, portanto, deveria dominá-lo. Como um machismo às avessas.
  • Machismo é o comportamento, expresso por opiniões e atitudes, de um indivíduo que recusa a igualdade de direitos e deveres entre os gêneros sexuais, favorecendo e enaltecendo o sexo masculino sobre o feminino.
A partir daqui, sabendo as definições corretas de cada um dos termos, podemos começar a entender melhor sobre o que é MOVIMENTO e o que é COMPORTAMENTO e FAVORECIMENTO.
 – Movimento social é uma “expressão técnica” que designa a ação coletiva de sectores da sociedade ou organizações sociais para defesa ou promoção, no âmbito das relações de classes, de certos objetivos ou interesses – tanto de transformação como de preservação da ordem estabelecida na sociedade.
 – Comportamento é o ato ou efeito de comportar-se, procedimento de alguém face a estímulos sociais.
 – Favorecimento é o ato de favorecer(-se).
Bom, depois de conhecermos todos os termos por partes, podemos começar a pensar em entender o que significa o Movimento Feminista na sociedade.
feminismo-0154670 (1)
Imagem retirada da Internet
  •  Feminismo:

Para quem não conhece, é estranho pensar que a nomenclatura do termo não foi escolhida pelas mulheres que primordialmente iniciaram o processo de tentar e procurar os direitos do sexo feminino perante a sociedade. As primeiras mulheres que lutaram pelo movimento queriam igualdade salarial para ambos os sexos, carga de trabalho, direito de votar, trabalhar em qualquer cargo, dirigir, etc. Sabe essas coisas básicas que a gente usa todos os dias? Então. Foram as Feministas que conseguiram pra nós, lutando muito gente, MUITO!
Hoje em dia, o movimento é confundido com ANTÔNIMO do machismo, só que não é isso que ele representa. Não existe extremismos no Feminismo. As mulheres que lutam por esses direitos são chamadas de Feministas, mas não tem nenhuma relação com a palavra (e nem a ação praticada por…) machismo.
As feministas do século XXI querem além do que as feministas de antigamente buscavam. [Vou me colocar neste pacote SIM!] 
NÓS queremos segurança para andar na rua sem medo, poder comprar o que quisermos sem sermos julgadas, ir para uma festa e usar uma saia curta e não ser chamada de vadia, poder escolher se queremos ou não ter filhos, casar e construir uma família, não ser objetificada e entendida como “recatada” ou “vadia”, nós queremos liberdade de expressão, liberdade de escolha. Queremos andar na rua com a namorada e não precisar escutar piadinhas sexuais por tal ato. Queremos que as crianças de hoje possam se vestir como ELAS escolherem (Se um menino quiser usar um vestido, tudo bem. Qual o problema? É só uma roupa!), que elas possam praticar um esporte sem que ele seja tachado de “futebol é para meninos e handebol é para meninas” durante a educação física. Queremos igualdade, queremos que nossos filhos ganhem o mesmo salário se estiverem no mesmo cargo, bem como os HOMENS que se tornem PAIS possam tirar licença paternidade para ajudar a mãe durante os primeiros meses em casa, como o recém nascido.
Chamar um movimento de extremista é como dizer que nós estamos lutando por algo que já acontece. Mas não é bem assim que funciona. Não é tão simples quanto parece. Não é tão fácil.
O caso de estupro coletivo do Rio de Janeiro comprova isso; não podemos achar que é normal gravar uma mulher durante o sexo e espalhar para os amigos como algo bonito, bem como não achar que mulher é troféu. Não somos objetos.
A luta continua também ao não rotularmos mulheres em classificações: essa é pra casar e essa não é. Essa é santinha e essa é perigosa. Essa é nerd e essa é gostosa. Essa é inteligente e essa é loira.
Desde quando a aparência define alguém? Desde quando a cor do cabelo define um ser humano? É basicamente melanina!
femismo certo
Imagem retirada da Internet
  • Femismo:

Agora vamos falar de FEMISMO.
Femismo é o antônimo de Machismo, termo que só é vigente em dicionário informal, ou seja, não existe. Femismo pode ser considerado também o termo que define aquelas mulheres que não querem os mesmos direitos para homens e mulheres, mas sim a SUPERIORIDADE do sexo feminino na sociedade. Essas mulheres não querem os mesmos direitos para ambos os sexos, elas estão “lutando” para que o sexo masculino seja considerado inferior, menos adequado e pior que o das mulheres.
NÃO TEM NADA EM COMUM COM O MOVIMENTO FEMINISTA. Mas tem uma GRANDE relação com o machismo.
 
Posso definir o Femismo em um exemplo bem clássico:
Por que as mulheres acham que os homens não são tão capazes de cuidar de uma casa ou de cuidar de crianças assim como elas? Não é por mal algum, mas sim por um costume enraizado na sociedade que diz que “mulher é feita para cuidar dos filhos e da casa”.
Femismo é O MACHISMO AS AVESSAS. 
machismocertamente
Imagem retirada da Internet
  • Machismo.

Machismo não nasceu agora, ele é uma cultura enraizada na sociedade mundial e não será tão fácil de ser apagado. Muitas pessoas pensam que não são machistas mas já estão sendo. As crianças são ensinadas, desde pequenas, a serem machistas. Os pais das crianças, que muitas vezes são machistas, dizem não a filha mulher quando quer um carrinho de controle remoto e ao menino, quando ele quer uma boneca. O que tem de relação um brinquedo com a sexualidade de uma criança? NADA. São BRINQUEDOS. Assim como cor: por que a cor ROSA é definida como “cor de menina” e o AZUL como “cor de menino”?
O machismo surge quando se chama uma mulher de vagabunda por ficar com dois homens (ou mais) em uma festa e chama um homem de pegador; surge quando se oferece um ingresso de festa mais barato para a mulher e mais caro para o homem; surge quando um homem persegue uma mulher durante a noite e nada acontece; surge também quando um time é mais valorizado quando é formado por homens do que por mulheres. Não há nada de normal em dizer que o Futebol FEMININO é pior do que o Futebol MASCULINO. Por que colocar “feminino” ao lado do nome do esporte se ele é o mesmo? Mesmas regras, mesma quantidade de jogadores, mesmos árbitros, mesmo local…

Vamos entender melhor alguns fatores

Primeiro. O movimento feminista não quer que a humanidade seja voltada as mulheres; nós só queremos os mesmos direitos.
Segundo. O femismo não é considerado um movimento e muito menos tem grandes paradas ou manifestações. São grupos pequenos e isolados que, muitas vezes, nem entendem que estão formando um “grupo”.
Terceiro. O machismo é um comportamento que esta enraizado na sociedade e levará muito tempo para se tornar algo inativo. É um comportamento que menospreza e priva mulheres de terem os mesmos direitos dos homens, tornando muitos momentos desfavoráveis, perigosos e até mesmo complicados para a vida das mulheres.
Alguns links que irão ilustrar e comprovar que o machismo existe e nós realmente precisamos do Movimento Feminista: 
 
Espero que tenham gostado do post e se sintam a vontade para comentar o que acham. Esse post foi feito com base na minha opinião e em tudo que rola pela internet. Não devemos sair compartilhando coisas que não verdadeiras ou que não são claras o suficiente. Procure, pesquise e se informe antes de divulgar uma informação.
PS.: Se você encontrar algum erro no texto, deixe seu comentário para que eu possa melhora-lo. A intenção é poder usar esse post como resposta para muitos e muitos compartilhamentos difíceis de serem aceitos, assim como esclarecer as dúvidas de muitas pessoas.
Júlia Escrito por:
Júlia

Sobre o caso de Essena O’neill + minha reflexão sobre sua atitude impressionante



04.11.2015


(Nesta foto ela fala sobre ter tirado mais de 100 poses diferentes para conseguir uma foto que seu abdome ficasse realmente bom)

Há aproximadamente dois dias atrás, a Blogueira australiana Essena O’Neill abandonou suas redes sociais, refez as legendas das fotos com o que tinha de verdade por trás delas e deixou claro que para ela, a vida real é muito mais do que vivia.

A blogger ganhava muito dinheiro por seus posts, com mais de 700 mil seguidoras, mais de 50 mil curtidas em cada foto e mais de 5 mil dólares australianos por post pago, elá abandonou todas as redes sociais e foi viver a vida que sempre quis ter: uma vida calma onde não houvesse números nem preocupação com curtidas.

Essena resolveu fazer isto com sua carreira após entender que na verdade, ela era apenas um meio de compra e venda, um produto. No video que esta disponível em www.essenaoneill.com fala sobre como passou a se sentir depois de tirar 100 fotos para que seu abdome ficasse como a marca que estava pagando pedia.

Hoje, ela tem o site “Let’s be Game Changers” onde quer tratar de coisas mais importantes que de si mesma. A crítica é feita quando se entende que Essena na verdade começou a se sentir fútil e quis mudar esse quadro, demonstrando para suas fãs e seguidoras, que ela é muito mais que uma foto de biquíni (para por uma marca de biquínis) e uma moça em uma banheira tomando um chá (publicidade para a marca do chá).

Em seu vídeo, ela fala um pouco sobre seus sonhos, que quando tinha 12 anos o que mais queria era ser famosa, e hoje aos 19, quer usar sua voz e sua fama a favor de assuntos que realmente importem para alguém (ou para o mund0).

Em seu vídeo intitulado “Let’s talk about something more important than me, please?”  (Vamos falar sobre algo mais importante do que de mim?) ela está de cara lavada, falando sobre como foi acordar e se sentir livre, disposta a excluir todas as suas fotos do Instagram (e mais tarde excluir sua conta) e deixar claro que estava colocando um fim na geração “produto Essena”.

(Essena conta que estava cheia de espinhas nessa foto, mas que usou muita maquiagem e sorriu desta maneira porque achou que ficava bonita assim. Ela fala que felicidade baseada somente na estética sufoca seu potencial, em tradução livre)

A minha opinião é clara… 

Não existe nada que você faça por dinheiro, que não prejudique, se não for com o consentimento. Na verdade, nós blogueiras, muitas vezes precisamos engolir “sapos”, passar dias editando fotos para agradar e gerar lucro com nosso trabalho (sim, blogar é um trabalho – e tanto!). Porém acredito, que provavelmente ela tenha se dado conta que na verdade, estava tendo uma imagem que não queria ter. Eu já acompanhava ela há alguns meses e sempre ficava pensando: caraca, como que essa guria consegue ser tão linda. Pena que é fútil…

Bom, como eu já passei por isso, e sei muito bem qual é a sensação, eu super apoio ela. As vezes deixamos o propósito de lado, o real motivo de estarmos ali. Eu criei o blog para compartilhar o que eu gosto e o que eu sinto, ter pessoas perto de mim que sejam além do que uma telinha de computador e fazer que a minha voz seja mais alta do que meus pensamentos.

Eu, Júlia, passei por uma situação complicada em que me chamaram de fútil por gostar de MODA e por ter um blog! Pasmem, minha reação foi similar a de Essena.  Fiquei triste nos primeiros dias, conversei com muita gente bacana e cheguei a conclusão que, se for para ser chamada de fútil por quem sou, mas quem realmente importa saber que eu sou muito mais que um blog, não tem problema ser fútil.

E na verdade, Essena está super certa em fazer o que fez. Ninguém merece se sentir um produto né? Para abrir meu coração, eu passei a admirar muito mais ela. Além de linda, é inteligente, bem humorada, corajosa e além disso, uma pessoa que passou de Blogueira que era paga por fotos no Instagram (sim!) para A Blogueira que abriu os olhos e viu que não podia mais ser apenas um produto de compra e venda.

Minha humilde opinião é que, apoio sim, e se algum dia me sentir como ela se sentiu – e for muito famosa- não vou exitar em ser feliz. Quem sabe algum dia ela não volta, né?

(Aqui Essena falou sobre como se sentia em ter que passar maquiagem, se vestir, fazer ondas no cabelo e tentar mais de 50 vezes tirar uma foto para que ficasse legal e ganhasse muitas curtidas, para que as pessoas aprovassem ela mesma) 


LINK DO NOVO BLOG DE ESSENA: www.letsbegamechangers.com/

 O vídeo que mudou tudo


“não há nada errado em apoiar marcas que você ama. Eu, por exemplo, apoiaria com orgulho marcas veganas em troca de dinheiro, já que isso faz sentido para mim. Mas não há nenhum sentido em um sorriso forçado, roupas minúsculas e ser paga para ficar bonita. Somos uma geração feita para consumir e consumir, sem nenhuma ideia de onde tudo vem e para onde tudo vai”. 

(retirado do site Capricho)

Júlia Escrito por:
Júlia
89265fc0-065b-4065-83e3-483d78fbeabf

Malala também é mulher e merece ser respeitada!



07.03.2015


89265fc0-065b-4065-83e3-483d78fbeabf

Oii gente, tudo bem com vocês? O post de hoje é completamente relacionado ao lindo mundo de ativistas mulheres que tem visão de mundo, onde não veem o preconceito que nós sofremos diariamente. Vejamos. Malala Yousafzai, menina dedicada aos estudos e que realmente acredita que a única mudança que pode vir a acontecer na sua vida é estudar.

Não se todas vocês já viram e já perceberam, Malala é um exemplo de humildade, carisma e de esperança. Acredito que se todas as meninas da idade dela (que é a minha também!) pensassem como ela sempre pensou, nossa realidade nos dias atuais seria extremamente diferente.

Desde os seus 12 anos, Malala sempre acreditou que meninas deveriam ir para a escola todos os dias da semana e estudar os mesmos conteúdos que os meninos. Aqui no Brasil nos achamos super normal, não é mesmo? Porém aonde ela morava, não era tão facil.

malala-yousafzai-time-100-feat

Malala foi atacada pelos Talibãs no caminho para a escola, com um tiro na testa. Ela foi levada para Inglaterra, aonde até hoje esta. Esse foi um dos unicos ataques que eles fizeram a ela, mas as ameaças não param jamais. Ela esta prometida de morte se voltar para o Paquistão. Que realidade fora da nossa né?

Malala com a Rainha da Inglaterra
Malala com a Rainha da Inglaterra

Mas mesmo com todas essas dificuldades e coisas para atrapalhar, Malala não desiste do seu maior sonho: SER MINISTRA DO PAQUISTÃO! E mesmo ameaçada de morte, ela sonha em ter uma educação igualitaria para ambos os gêneros e que todas as mulheres tenham as mesmas oportunidades que homens no seu país.

323100-malala700

Malala é um exemplo de infinitas coisas, não da para não amar uma menina tão incrível quanto ela, que tem um desafio na vida e nunca desiste. Com certeza Malala Yousafzai é uma pessoa especial e que esta contribuindo para mudanças, assim como Rosa Parks fez.

malala-yousafzai-1-w724

A1

 

Júlia Escrito por:
Júlia
capaCO

A musa inspiradora é a Angelina Jolie





1401899972_angelina-jolie-zoom

Oii gente, tudo bem com vocês? Andei sumida né? Pois bem, agora estou trabalhando com aulas de inglês então esta realmente apertado e dificil de ter tempo de fazer algo alem de planejar+estudar. Então, voltando ao assunto semana da mulher, que esta atrasado dois dias, o assunto de hoje é a mulher mais bondosa de todas as atrizes americanas, além de ter adotado várias crianças e ter uma vida saudável e pensando no futuro. Ela é mais do que especial, porque alem de ajudar o próximo, ela tem uma bondade que é somente dela: ela não precisa mostrar que faz para ser incrivel.

Angelina Jolie é uma musa.

Angelina estreou nas telinhas bem cedo, ao lado do pai no seriado Lookin’ to Get Out  em 1982, mas sua carreira só começou a sério uma década mais tarde, com a produção de baixo orçamento Cyborg 2, em 1993. O seu primeiro papel principal num filme importante foi no suspense Cyberpunk Hackers de 1995. Mais tarde ainda ganhou um Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pela sua performance no Drama Girl, Interrupted  em 1999.

Além de toda a vida profissional de sucesso, ela tem uma vida que da inveja a muitas pessoas. É independente, tem sua grande família, é casada com um gato (até demais!) e é todos os anos assunto de alguma capa, por ter feito algo muito bom vindo de coração. É casada com Brad Pitt desde 2005, onde foi que ele se separou para ficar com ela e esta até hoje. Eles primeiramente começaram adotando crianças de orfanatos de cidades do continente Africano.

Primeiramente, Zahara Marley, onde depois de um ano, o casal ganhou um processo para trocar o sobrenome para Jolie-Pitt. Depois de Zahara, adotaram Maddox e consecutivamente Pax Tien, nascido no Vietnã. Em maio de 2006 foi a primeira vez que ela deu a luz a um filho biológico: uma menina chamada Shiloh e em 2008, Angelina engravidou novamente para ter seu casal de gêmeos. Decidiram que o nome das crianças seriam Knox Leon e Vivienne Marcheline e eles seriam Franceses.

brad-e-angelina

Casamento-Angelina-e-Brad-9

casamento-angelina-jolie-brad-pitt

Formalmente, o casamento do casal Jolie-Pitt foi no ano passado, em 2014 em uma cerimonia para apenas 22 convidados, onde a maioria eram parentes de Brad e o próprio pai de Jolie não estava.

Bom, todos os motivos temos para achar essa mulher espetacular uma deusa, não é mesmo? Com todos os seus 6 filhos, histórico de câncer de mama super alto e todas as dificuldades enfrentadas na sua vida pessoal, essa mulher jamais deixou de lado o sentimento de cuidar e zelar pelo próximo. Acho ela especial e única, disso eu não tenho dúvida nenhuma!

angelina-jolie-linda1-1024x768

 

Beijo pra vocês e desculpa pelo atraso!

A1

 

Júlia Escrito por:
Júlia
  • 1
  • 2